Transexual posa para campanha da Marc Jacob

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Os modelos transexuais estão conquistando o mundo da moda. Desta vez, o estilista Marc Jacobs escolheu o croata Andrej Pejic para as fotos da temporada verão 2011 de sua marca a Marc by Marc Jacob. O modelo, que já fotografou para as Vogues italiana e francesa, posou no Marrocos, ao lado da modelo Ginta Lapina, da Letônia, para as lentes do fotógrafo alemão Juergen Teller.


´É normal a galera falar que sou viado`


Cantor ri dos rumores sobre sexualidade

O cantor Luan Santana voltou a falar da sua fama de gay. Ele agora acha engraçado o fato das pessoas estarem preocupadas com a sua sexualidade.
Ele culpa o sucesso pelos rumores. “Fechei o ano como o maior vendedor de discos com 400 mil cópias, quebrei o recorde da festa do Peão de Barretos, com 220 mil pessoas presentes na minha apresentação. Fiz 250 shows, em 26 estados do país, 15 milhões de pessoas me assistiram em 2010. Então acho que é normal a galera falar que sou viado, né? (risos)” disse em entrevista para o "EGO" da Globo.com.

Lady Gaga sai sem calças em frio de 7 graus negativos

Lady Gaga passeou por Paris sem calças apesar da cidade estar enfrentando um frio de 7º C negativos.
Gaga, 24, foi fotografada nesta terça-feira na capital francesa vestindo apenas botas, meia arrastão, lingerie cor da pele e jaqueta de couro. Como acessórios, uma "coleira" de couro e óculos escuros.
Lady Gaga está em Paris para alguns shows. No fim de semana, ela teve que adiar a apresentação que faria na noite de domingo em consequência do frio, que fechou estradas e impediu que caminhões seus equipamentos chegassem a tempo.



Gloria Perez vai a boates gays

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010


A escritora Gloria Perez vai começar a visitar algumas boates gays no Rio de Janeiro. As visitas não são apenas para diversão, é que a autora de novelas como América e Caminho das Índias, está em busca de informações para escrever uma nova minissérie, que deve estrear em 2011 ou início de 2012, na Rede Globo.
Gloria está interessada no trabalho de artistas gays que se apresentam em boates, principalmente os mais populares e engraçados.


Deuses do esporte estampam calendário

Os homens fotografados no tradicionalíssimo Dieux Du Stade (Deuses do Estádio) são quase todos jogadores de rúgbi, e, por isso, não são muito populares em terras brasileiras.
O calendário completa 11 anos nesta edição e é o mais famoso do gênero trazendo homens nas fotografias.
São 42 fotos de esportistas, clicadas pelo francês François Rousseau. Quem ilustra a capa é o atleta francês Dimitri Szarzewski, 27 anos, 1m80cm e 102 quilos, que é presença frequente na publicação.
Além dele, Juan Manuel Leguizamon, Gonzalo Tiesi, Mathieu Bastareaud, James Haskell, Hugo Southwell, Pascal Papé, Mauro Bergamasco, Tom Palmer são alguns dos modelos.
O calendário está à venda pela internet e custa 26,60 euros (R$ 60).



CenaG

Pesquisa revela que homens que nascem no interior têm o pênis maior

Segundo uma pesquisa, há uma certa diferença em relação ao tamanho do pênis entre as populações urbanas e rurais.
O estudo foi realizado na Búlgária e chegou a conclusão que, os meninos do interior nascem com pênis maior e essa diferença aumenta conforme o jovem cresce.
De acordo com a pesquisa, os garotos do interior têm cerca de meio centímetro de pênis a mais que os que nascem na cidade grande.

Foto de ex-BBB pelado junto com amigo cai no Twitter; veja

Em fazenda, Serginho é fotografado sem roupas ao lado de amigo

O ex-BBB Serginho surgiu pelado no Twitter na manhã desta terça-feira, 21. O Sr. Orgastic, como é conhecido, foi fotografado em uma fazenda ao lado do amigo Murilo Mazer, que postou a imagem na página de microblog.
Como você pode ver abaixo, os dois parecem estar mesmo sem roupas, cobrindo as partes apenas com tábuas da cerca.
Murilo Mazer, o tal amigo exibido de Serginho, é conhecido por postar fotos com pouca ou nenhuma roupa. Confira o clique:

O Louco Amor de Yves Saint Laurent

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Está em cartaz em algumas salas de cinema, o filme que relata a história de Yves Saint Laurent (1936-2008) e os 50 anos de casamento afetivo e profissional com o seu empresário Pierre Bergé.
No documentário, o relacionamento entre os dois é contado por Bergé, a partir do polêmico leilão ocorrido em fevereiro de 2009, um ano após a morte de Saint Laurent, quando foram vendidas 733 obras de arte de sua coleção. Dentre as obras, havia exemplares de Picasso, Matisse, Brancusi, Warhol, além de antiguidades chinesas.
O filme conta ainda com entrevistas de amigos do estilista e materiais do seu arquivo. Em São Paulo o documentário pode ser visto no Frei Caneca Unibanco Arteplex (R. Frei Caneca, 569, 3º piso – Consolação). No Rio de Janeiro, o filme está em cartaz no Estação Cinema e Cultura (Rua Visconde de Pirajá, 605 - Ipanema) e no Estação Barra Point (Av. Armando Lombardi, 350 - 3 º andar Barra da Tijuca).

Seis homossexuais e um homofóbico

Insensato Coração terá seis personagens homossexuais e um homofóbico; Novela estreia em 17 de janeiro

A novela Insensato Coração, que estreia no dia 17 de janeiro no horário das 21h na Rede Globo terá seis personagens homossexuais e um homofóbico.
Na trama de Gilberto Braga e Ricardo Linhares, o local de encontro do time de personagens do arco-íris será um quiosque na Praia de Copacabana.
Sueli, interpretada por Louise Cardoso, sem saber que a bandeira se trata de um símbolo de identificação da luta dos gays, coloca a bandeira do arco-íris para deixar o quiosque mais animado.
Com isso, atrai o público LGBT e a animação está garantida. A própria Sueli terá um filho gay. Trata-se de Eduardo, vivido pelo ator Rodrigo Andrade, que antes de relutar contra a homossexualidade, namora Paula (Tainá Müller).
O funcionário do quiosque Xicão, papel feito por Wendel Bendelack também é gay. Na parte mais cômica do enredo de Insensato Coração, o promotor de eventos Roni Fragonard (Leonardo Miggiorin), que será amicíssimo da ex-integrante de um reality show Natalie Lamour (Deborah Secco), também fará parte dos personagens do arco-íris.


Onde há gay, há homofóbico
– Se onde há fumaça, há fogo, o mesmo vale para dizer que onde há gays, há homofóbico. Na trama do folhetim, este papel ficará para o ator Cassio Gabus Mendes. Ele viverá o homofóbico executivo Kleber, que não suportará o próprio chefe, o advogado Álvaro, interpretado por Edson Fieschi. Completa o time homossexual, a detenta Araci, no estilo machona, feita por Cristiana Oliveira.

Globo terá seriado de Fernanda Young sobre ex-gay

Seriado de Fernanda Young sobre ex-gay é aprovado pela direção da Globo

A direção da Rede Globo acaba de aprovar o seriado “Algo Errado”, escrito por Fernanda Young e Alexandre Machado e que vai falar sobre um ex-gay. Se existe ou não, o caso é que a produção vai contar a história de um cabeleireiro que já no primeiro capítulo está dançando em uma boate e é atingido por um globo de espelhos.

Com o impacto, ele perde a memória e “volta” como um machão daqueles, mas seus amigos e sua família não gostam da nova versão do moço. Miguel Falabella foi cotado para o papel, mas alegou agenda cheia escrevendo sua próxima novela. A maioria das cenas vai ser filmada dentro de um salão de beleza.

O clima de “Algo Errado” é o de troca de papéis, como o dos filmes “Se eu fosse você” e “Shampoo” (com Warren Beatty). O programa vai contar também a história de uma ex-gorda.

Madonna procura pelo Facebook parceiros para novo CD

Último disco da cantora é ‘Hard Candy’ (2008)

Sem lançar trabalho inédito desde 2008, (o mais recente é ‘Hard Candy’) Madonna revela em seu perfil no Facebook que prepara novo álbum. A Rainha do Pop revelou que está procurando novos colaboradores para esse novo disco.
“É oficial! Eu preciso me mexer. Preciso suar. Preciso fazer músicas novas!", escreveu a cantora. “Estou procurando as pessoas mais loucas, doentes e incríveis para trabalhar comigo. Só avisando...”, completou.

MAIS MADONNA
Conhecida pelo tino comercial, a Rainha do Pop Madonna começa expandir seus negócios para o segmento de fitness. No começo deste mês, a cantora lançou na Cidade do México, a primeira unidade de sua rede de academias, a Hard Candy Fitness.
Madonna falou na inauguração do espaço no México. “Eu tenho uma história no México", disse Madonna. “Sempre senti uma conexão por causa do meu amor e interesse em Frida Kahlo”, falou, se referindo a uma das artistas mexicanas mais conhecidas do século 20.
A rede de academias de luxo pode chegar ao Brasil. A lista de possíveis locais para o empreendimento inclui ainda Rússia, Argentina e países da Europa e da Ásia. Segundo o empresário da cantora, Guy Oseary, Madonna tem buscado parcerias locais em todo o mundo para unir fitness, moda e entretenimento. “Suas turnês mundiais nos levaram a várias de nossas cidades preferidas. Queremos levar a Hard Candy para esses mesmos lugares", disse ao site Gawker.
"Nosso objetivo é criar sempre um ambiente inspirado na visão de Madonna, com elevado padrão de como uma academia de ginástica deve ser. A Hard Candy refletirá seu ponto de vista em cada detalhe, incluindo espaço musical, iluminação e outros detalhes. Seu toque estará em todos os lugares", disse o chairman da consultoria New Evolution Ventures, Mark Mastrov, que também está envolvida no projeto da cantora.


Candidato de Santo André Tiago Alves vence o Mister Gay São Paulo

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Concurso Mister Gay São Paulo agitou noite de quinta-feira

Na noite chuvosa de quinta-feira, 16, sete beldades concorreram a vaga de Mister Gay São Paulo, no Teatro do Ator, em São Paulo. Organizado pela drag Salete Campari em parceria com o Mix Brasil, o concurso deu a vitória ao representante de Santo André, Tiago Alves, de 23 anos. Agora, ele disputará o título de Mister Gay Brasil 2011 no cruzeiro Freedom On Board, entre 18 a 21 de fevereiro.
Sylvetty Montilla comandou o concurso e não poupou brincadeiras com o júri e a platéia, que teve a presença de personalidades como Luly Fashion e Adriana Suzuky (programa da Eliana/ SBT). O júri foi formado pelo jornalista Leão Lobo, o estilista Fernando Pires, o publisher André Fisher, o dono do Hotel 155 Sérgio, o cirurgião dentista Vinicius, o assessor Paulo de Simoni e o promoter Alan Reis. Cada um deles, considerando os quesitos simpatia e beleza, deu duas notas a cada candidato.


Os misters, que representavam Mauá, Sertãozinho, Bragança, São Paulo, São Bernardo, Santo André e Guarulhos, tiveram duas entradas. A primeira vestindo apenas calça jeans e faixa e a segunda com shorts que deixava beeem à mostra o corpo dos rapazes. Desenvoltos, eles conversaram rapidamente com Sylvetty e desfilaram diversas vezes, até que o júri decidisse o vencedor da noite e que os votos fossem computados por Salete. “Adianto que vai demorar. Afinal, Salete é loira natural”, soltou Sylvetty.
A drag Talessa Top foi responsável pela presença artística e dublou Ivete Sangalo. No momento da decisão, Salete Campari juntou-se à Sylvetty no palco e anunciou primeiramente os três primeiros colocados: candidatos de Mauá, Bragança e Santo André. Mas não teve jeito. Apesar da torcida dividida, o candidato Tiago Alves somou o maior número de pontos e levou a faixa.

PONTO FORTE É O ABDÔMEN
Após receber a faixa, Tiago foi abordado pelo repórter da RedeTv, que fazia a cobertura do evento, e também conversou com o Mix Brasil. Segundo ele, o que motivou a participar do concurso foi a oportunidade de ser Mister e, assim, conquistar as experiências que o aguardam com o título . “Não sei o que tive de diferencial. O critério de gosto é relativo, afinal todos eram bonitos. Talvez tenha sido o carisma”, disse.
Para ele, que não tem namorado, seu ponto forte é o abdômen: “Estou sempre me exercitando, malho todos os dias”, disse o gato. Sobre o concurso Mister Gay Brasil, ele é enfático: “Vamos com tudo, sempre levando nossa auto-estima junto.” Boa sorte!


Veto a gays no Exército norte-americano chega ao fim

O Senado dos Estados Unidos aprovou, no último sábado (18/12), a revogação da lei de 1993 que proibia os soldados homossexuais de prestarem serviço nas Forças Armadas. Com 65 votos a favor e 31 contra, está aberto o caminho para que Barack Obama, um dos principais defensores do projeto, promulgue a nova lei ainda este ano.
Os homossexuais estavam proibidos de servir no Exército até 1993, quando o Presidente Bill Clinton introduziu a política “Don’t Ask, Don’t Tell” (Não pergunte, não conte), permitindo-lhes alistarem-se desde que mantivessem em segredo a sua orientação sexual.
A cantora Lady GaGa postou em seu twitter uma foto comemorando a revogação da política militar e disse que sente muito orgulho em ser americana. “Eu queria estar em casa para que eu pudesse participar de uma Parada. Estamos caminhando para a igualdade plena”, completou.


Após ataques a gays, Globo vai falar de homofobia em 'Malhação'

A Rede Globo entrou de cabeça no assunto homofobia. Depois dos violentos ataques contra homossexuais em São Paulo e no Rio de Janeiro, a emissora pretende aprofundar mais a história de Cadu (Binho Beltrão), que se assumiu gay na série Malhação.
Segundo informações da coluna Zapping, Cadu quase levou uma surra de uma turma mascarada no último capítulo. O drama do personagem vai continuar no folhetim por mais um tempo.


Mel Gibson já era louco há 15 anos, diz Winona Ryder

A atriz Winona Ryder, 39, declarou não estar surpresa com o comportamento racista de Mel Gibson, gravado por sua ex-namorada, Oksana Grigorieva, no começo de 2010. Em declaração à revista "GQ", ela disse que o ator já fez declarações ofensivas a ela anos atrás.
"Há quinze anos, eu estava em uma daquelas grandes festas de Hollywood e ele estava muito bêbado. Eu estava com um amigo gay e Gibson fez uma piada homofóbica horrível."
Segundo Winona, ele não parou por aí: "Em algum momento na conversa ele ficou sabendo que eu sou judia e ele falou alguma coisa sobre "oven dodgers" (termo pejorativo para falar de judeus), mas eu não entendi o que ele quis dizer. Foi um momento muito estranho."

Nando Reis revela: 'Desejo homens e mulheres'

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Em fase de divulgação do seu novo trabalho, "Bailão do ruivão", Nando Reis soltou o verbo em entrevista à "Billboard Brasil". O cantor, que está prestes a fazer 48 anos, falou sobre o sucesso que faz fora dos palcos mesmo não estando dentro dos padrões de beleza. "Sou ruivo, não sou bonito, não sou forte, faço uma música estranha, falo coisas estranhas... No entanto, sou cortejado por homens e mulheres, desejo homens e mulheres. E estou satisfeito por dizer: bicho, eu sou antipadrão e não tenho patrão", disse Nando.
Sem muitas pretensões, Nando ainda revelou que é um homem bem simples. "Não quero agradar a ninguém, não quero promover catarse, não quero ser símbolo, manter uma idolatria. Música, pra mim, é comunicação". Nando, que completa 12 anos de carreira solo, confessa ainda que não tem o hábito de ficar revendo seus trabalhos: "Eu nunca ouço meus discos. Gosto do que faço e sou capaz de ouvir, mas ouvir um disco feito é como se você gostasse de ficar vendo um retrato seu", comentou o cantor.

Reynaldo Gianecchini comenta boatos sobre sua sexualidade

O ator Reynaldo Gianecchini, 38, participou de uma seção em que responde perguntas dos leitores da revista "QUEM". Entre elas, o ator foi questionado sobre sua aparição na campanha publicitária do "Pintos Shopping", em Teresina (PI), e também comentou os boatos sobre sua sexualidade.
"Pintos Shopping, tudo o que você mais gosta no lugar que você sempre quis" era o slogan que Gianecchini dizia.
"Fiquei impressionado como, hoje em dia, com o Twitter, qualquer coisa toma uma proporção gigante. Mas fui o primeiro a rir com isso. Quando fiz essa campanha, nunca tinha visto a possibilidade de duplo sentido da piada. O slogan: "Tudo o que você mais gosta, no lugar que você sempre quis", para mim, não tinha nada de errado. Quando me dei conta, comecei a rir muito", contou o ator.
Gianecchini disse ainda que pesquisou sobre a família, que tem o sobrenome Pintos, e é absolutamente idônea. "Quando me chamaram, fiz uma pesquisa. Era para um shopping no Nordeste, não tinha nada de errado. Não tenho nada para me envergonhar. É uma família que respeito muito, que tem o sobrenome Pintos e é absolutamente idônea".
Quanto aos comentários de que Giane seja gay, o ator declarou que há certas coisas que procura nem ler. "Se você for ler tudo o que falam de porcaria a seu respeito, realmente é deprimente. Quando chegam a mim essas informações, eu desenvolvi um mecanismo de não me estressar. Outra coisa que não faço é toda hora ir ao ficar tentando desmentir a coisa, porque senão, sinceramente, a gente não vive mais."
O ator conta que um dos seus lemas é não deixar que boatos interfiram em sua vida. "Hoje em dia, tem uma parada que é sinistra: qualquer pessoa escreve uma barbaridade, todo mundo copia e dão como certa aquela informação. Então, criar um boato é muito fácil. Destruir a imagem das pessoas é muito fácil. É uma irresponsabilidade danada e eu me recuso a compactuar com isso. Acho meio degradante dizer: 'Eu não fiz isso, eu não sou assim'. Então, meu lema é esse: não deixar que isso interfira na minha vida, não me estressar com isso", afirmou




Rob Halford, do Judas Priest, acredita que derrubou o mito de que o metal é homofóbico

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

O vocalista do Judas Priest, Rob Halford, acredita que ajudou a mostrar que o mundo do metal não é tão homofóbico quanto parece.
Segundo ele, o fato de que sua homossexualidade foi aceita, e até apoiada, dentro desse universo derrubou a ideia de que o metal é preconceituoso.
"Existem áreas da música que são mais compreensivas, mais tolerantes, mais abertas, aceitam mais e são mais conscientes", disse o vocalista ao jornal San Diego Gay & Lesbian News. "O que eu acho que fiz foi destruir o mito de que as bandas de heavy metal não conseguem ser assim".
Sobre a reação de seus fãs, Halford disse que "a maioria deles aceitou bem. Aqueles que não aceitaram são aqueles que têm dificuldade em aceitar a orientação sexual das pessoas em geral. Acho que fiz algumas pessoas lidarem com questões para as quais elas não estavam preparadas."
Para o músico, o heavy metal ainda tem muito que melhorar nesse sentido, apesar dos avanços já conseguidos. "É um mundo completamente diferente do que era nos anos 80, mas ainda existem muitas questões a serem enfrentadas."

Casais homossexuais poderão declarar Imposto de Renda juntos


A partir de 2011 casais homossexuais poderão fazer a declaração do Imposto de Renda em conjunto. As novas regras para a declaração ao Fisco no próximo ano foram divulgadas nesta semana pela Receita Federal.

A norma poderá ser adotada pelos casais que comprovem com documentos uma união estável de, pelo menos, cinco anos – o mesmo critério válido para casais heterossexuais.

A Receita Federal informou que ainda aguarda parecer da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional para regulamentar a nova regra. A inclusão de um dependente na declaração do Imposto de Renda significa um abatimento de exatos R$ 1.808,28, mas isso nem sempre representa vantagem, o procedimento só compensa caso o parceiro ou a parceira não tenha tido renda ou estiver no limite de isentos.

Aguinaldo Silva: "Já tentei botar o beijo gay várias vezes na TV, sem sucesso"

Aguinaldo Silva comentou a polêmica do beijo entre duas pessoas do mesmo sexo ainda não ter ido ao ar na TV brasileira. O gancho foi a cena censurada na série "Clandestinos", que caiu na rede, mostrando dois homens se beijando.
"Ai meu Deus, começou a história do beijo gay na tevê de novo. Agora foi em ´Clandestinos´. Alguém aí ainda agüenta essa novela? Eu, que escrevo pra tevê, e já tentei botar lá o beijo gay várias vezes sem sucesso, anuncio solenemente: beijo gay agora só na minha casa!", declarou no Twitter.
Ele ainda prevê quem será o pioneiro a conseguir que uma cena desse tipo seja exibida.
"Se querem um palpite sobre que autor vai mostrar o beijo gay na tevê, eu dou: Glória Perez. Porque ela, no bom sentido, é tinhosa!".
Em 2005, a autora escreveu a cena em que Júnior (Bruno Gagliasso) e Zeca (Erom Cordeiro) se beijavam no último capítulo de "América", mas também foi censurada pela emissora.

Goleiro gay festeja ida à 1ª divisão e diz que mostrou que ser homossexual não atrapalha o time

O time do goleiro assumidamente homossexual Jamerson Michel da Costa, o Messi, 24, conseguiu subir para a primeira divisão do futebol do Rio Grande do Norte.
O goleiro foi durante todo o campeonato o maior destaque do Palmeira de Goianinha (a 54 km de Natal), que conquistou a vaga na tarde deste sábado, quando a equipe venceu, jogando em casa, o ABC-B por 2 a 1.
Mesmo com a derrota, o ABC-B foi o campeão da segunda divisão potiguar. Mas, como o clube já tem seu time principal na Série A do campeonato, é o vice --o Palmeira-- que vai subir de divisão.
Logo após o final da partida que definiu o acesso do Palmeira, o goleiro Messi disse que espera quebrar mais barreiras na Série A.
"Mostrei na segunda divisão que a minha opção não atrapalha em nada o grupo, e vou fazer o mesmo jogando a primeira. A visibilidade agora vai ser bem maior e vou usar isto a favor de todos os homossexuais", disse.
Messi, que é torcedor do Palmeiras e fã do goleiro Marcos, é considerado o principal ídolo do time de Goianinha.


Presidente chileno vai apresentar proposta pró casais gays

Sebastián Piñera se compromete com projeto de lei que vai equiparar direitos entre gays e héteros

O presidente do Chile, Sebastian Piñera, se comprometeu com a militância LGBT do país a apresentar um projeto de lei para acabar com as desigualdades entre casais héteros e homossexuais. O anúncio foi feito esta semana durante encontro com Rolando Jiménez, presidente do Movimento de Integração e Liberação Homossexual - Movilh.
A proposta, que deve ser apresentada já em janeiro, deverá conceder aos casais homoafetivos direitos hoje já garantidos aos heterossexuais que vivem em união estável. O Movilh aproveitou a oportunidade para pedir apoio do presidente ao projeto de lei antidiscriminação, ao qual Piñera teria demonstrado simpatia.
"Nos tranquiliza que seja o próprio presidente a apresentar um projeto para todos os casais conviventes, enquanto apreciamos o tempo dedicado ao diálogo por parte da autoridade máxima do país", animou-se Rolando Jiménez.


Artista italiano cria Nossa Senhora dos Homossexuais

Com imagem de Nossa Senhora, artista quer homenagear gays mortos durante regime nazista

O italiano Raffaele Ciotola criou uma representação da mãe de Jesus que certamente deixaria o Vaticano de cabelo em pé. O artista divulgou em seu site o retrato da Nossa Senhora dos Homossexuais, pensada para homenagear gays mortos pelas forças de Adolf Hitler durante a Segunda Guerra Mundial.

Na pintura, Maria é retratada com um leve sorriso no rosto enquanto carrega o pequeno Jesus em uma das mãos e um globo terrestre na outra. De um lado a moldura da imagem traz símbolos do masculino, enquanto os do feminino ficam do lado oposto. Por trás do quadro está o triângulo rosa, usado pelos nazistas para designar homossexuais.

"Maria é protagonista da minha obra, mas eu não quis retratar o significado religioso, mas sua figura histórica de mãe. Escolhi-a como símbolo de imenso amor, o único capaz de aceitar, proteger e apoiar cada indivíduo singularmente, sem reservas ou distinções. Seu olhar afetuoso está dirigido não somente ao filho, mas, contemporaneamente, também àqueles filhos que vivem a condição homossexual, aqui representados pelos símbolos homossexuais masculino e feminino, que o próprio Jesus lhe apresenta", explica Raffaele.

Estima-se que cerca de 54 mil homossexuais foram condenados pelo Terceiro Reich. Sete mil morreram em campos de concentração. Em homenagem a eles foi erguido em Berlim, em 2008, um memorial. O bloco retangular de concreto tem quatro metros de altura e exibe em seu interior a imagem de dois homens se beijando.


Retrospectiva traz o melhor do cinema nacional

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Para apresentar ao público um panorama da produção cinematográfica brasileira, o Cine Sesc apresenta, entre os dias 3 e 30 de dezembro, a 11ª edição da "Retrospectiva do Cinema brasileiro", que vai exibir mais de 70 títulos que foram lançados no país durante esse ano.
Os títulos apresentados vão da ficção, passando por drama, ação, comédia e até documentários. Entre os trabalhos apresentados estão os sucessos de bilheteria: Tropa de Elite 2, O Bem Amado, Chico Xavier, Lula, o Filho do Brasil, Nosso Lar, Reflexões de um Liquidificador (foto) e 5 X Favela.

Serviço
Retrospectiva do Cinema Brasileiro 2010
Data: de 3 a 30/12
Horário: diversos - confirmar no site oficial do organizador do evento
Local: Cine Sesc
End.: Rua Augusta, 2075 - Cerqueira César - centro - São Paulo
Preço: R$ 4
Tel.: (11) 3082-0213


Entrevista: escritor fala sobre obra que debate a vida dos homossexuais



Joe Kort, terapeuta americano, fala sobre histórias de gays escondem por anos sua orientação

O tema velado é: em uma sociedade heteronormativa, muitos homens homossexuais e bissexuais ainda se sentem obrigados a manter um relacionamento de fachada para fugir do preconceito. Nesses casos, sair do armário pode ser duplamente doloroso, já que é o casal que precisa superar a mudança. As pessoas ainda acreditam que sua homossexualidade é algo apenas sexual.
Não percebem que ela é uma identidade emergente que, ao longo do tempo, vai obrigá-las a criar para si uma vida gay, explica Joe Kort, terapeuta americano especializado em casais de orientação sexual mista e autor do livro 10 Smart Things Gay Men Can do to Improve Their Lives (10 Coisas Inteligentes que Gays Podem Fazer para Melhorar suas Vidas, em tradução livre), ainda inédito no Brasil.


Pergunta - O senhor diz que é possível manter o casamento depois que um dos parceiros assume a sexualidade. O sexo não será importante para essa relação?
Joe Kort - Depende da idade do casal, de quanto tempo eles estão juntos, se têm filhos e vários outros fatores. Muitos casais de orientação sexual mista continuam juntos e fazem sexo, além de manter relacionamentos paralelos. Muitas vezes, só o cônjuge gay tem uma vida separada. O amor e a ligação entre eles, porém, se mantêm fortes. Na tentativa de manter a família intacta, acabam tendo uma relação aberta.

Pergunta - O Brasil possui uma sociedade preconceituosa em relação aos gays. O mais comum aqui é esconder a situação e simplesmente dar fim ao relacionamento, sem nenhuma desculpa. O senhor acha que é importante contar o motivo da separação? Há alguma forma tranquila de fazer isso? E é justo contar aos filhos sobre a sexualidade do pai ou da mãe?
Kort - É sempre importante e nem sempre seguro. Se há risco de perder o emprego, a moradia, ou mesmo de abuso físico e emocional, eu não recomendo. Selecionar as pessoas que saberão é o melhor a fazer. No caso das crianças, em qualquer idade elas conseguem lidar com a informação de que têm um pai ou mãe gay. O que eles não conseguem lidar é com a homofobia dos outros. Quando há o divórcio, sempre aconselho os casais a contar para as crianças da separação primeiro e, sobre a sexualidade, depois. Os dois ao mesmo tempo pode ser estressante para os filhos

Pergunta - Por que ainda há tantas pessoas que pensam que sua sexualidade pode ser mudada com um casamento?
Kort - Porque as pessoas ainda acreditam que sua homossexualidade é apenas algo sexual. Não percebem que ela é uma identidade emergente que, com o tempo, os compele a criar uma vida gay para eles mesmos. As crianças são educadas para pensar que a homossexualidade é errada e só têm relação com o sexo. Enquanto a educação delas não mostrar que ser homossexual é idêntico a ser heterossexual, vamos sempre ver casamentos de sexualidades mistas.

Pergunta - Quando e de que forma os homens gays contam para suas esposas sobre a própria sexualidade?
Kort - Depende. Se há crianças, aconselho não contar até que a separação tenha acontecido, já que essa informação pode ser usada contra o pai gay, na tentativa de impedi-lo de ver os filhos. Se isso não é um problema, o melhor é contar a ela imediatamente após a compreensão da sexualidade, para que ela não se sinta culpada.

Pergunta - Por que, em muitos casos, as mulheres se sentem culpadas da sexualidade dos maridos?
Kort - Elas sentem que isso é algo pessoal, que se elas tivessem sido mais sexuais ou mais femininas ou mais qualquer coisa, seu marido não teria se tornado gay. Isso é falso. As mulheres tendem a assumir os problemas alheios e precisam ouvir, repetidamente, que a homossexualidade do seu marido não tem relação alguma com ela. Ele casou-se sendo gay.

Pergunta - Ainda há homens e mulheres que se casam sem ter noção da própria sexualidade?
Kort - Eles não sabem que são gays porque são recompensados ao esconder a sexualidade até deles mesmos. Mulheres são melhores em esconder seus desejos homossexuais. Como os homens não são bons em esconder esses desejos, eles podem até sentir atração sexual, mas vão pensar que têm apenas a mente aberta e nunca chamarão isso de homossexualidade.
DONNA ZH

Grupo alemão anuncia provável cura de portador de HIV com uso de células-tronco

Ainda é tudo muito preliminar e os próprios cientistas estão com um pé atrás, mas um grupo alemão acredita ter evidências de cura de um paciente norte-americano com Aids utilizando células-tronco adultas.
Timothy Ray Brown, 44, que vive em Berlim, tinha também leucemia, e por isso recebeu as células-tronco, retiradas da medula óssea de um doador.
O doador das células que Brown recebeu no transplante tinha uma mutação: não produzia a proteína CCR5, fundamental para a multiplicação do vírus HIV no organismo humano.
Após o transplante em 2007, o paciente foi acompanhado pelos pesquisadores da Universidade de Medicina de Berlim.
Em 2009, eles publicaram um artigo científico que falava no "sumiço" do vírus HIV. Agora, na revista científica "Blood", já falam de "evidência de cura".
Os pesquisadores lembram que, como o estudo envolve somente um paciente, é necessário ter cautela antes de dizer com certeza que se chegou a uma cura para a Aids. É necessário repetir o trabalho muitas vezes ainda para que se tenha conclusões mais concretas.
Além disso, transplantes de medula são arriscados. Brown, por ter leucemia, teria de fazer um de qualquer jeito, mas submeter pacientes com Aids ao tratamento seria perigoso, ainda mais sabendo que hoje é possível sobreviver muitos anos com Aids.

Prepare-se para a White Party

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

No próximo dia 18 de dezembro será realizada a White Party (Festa do Branco) no Club Z. Com cunho beneficente, a festa pretende reunir o maior número de doações para serem repassados a instituições beneficentes.
Os baladeiros que aderirem ao espírito natalino terão a sua entrada gratuita se levarem alimentos, brinquedos e roupas em bom estado.
Com abertura da banda Mother Funkers, show de Hayra Top e apresentação dos Dj’s residentes Junior DUB e Mauricio SB, e da DJ convidada, Cris Vilela, a festa espera receber mais de 800 pessoas e muitas doações.

Serviço
Data: 18/12/2010
Horário: 23h30
Ingressos: R$20,00 (R$10,00 Bônus Drink) ou R$35,00 (Bônus Drink Total)
Entrada VIP: Doação de 2 quilos de alimentos não perecíveis, brinquedos ou roupas em bom estado
Entidades a serem beneficiadas: COTIC e PIV (PAX Universal – crianças aidéticas)
Local: CLUB Z
Endereço: Rua Augusta, 430 - Consolação
Telefone: (11) 2239-8764
Cartões: Todos os cartões, exceto Amex
Área para fumantes: Sim
Acesso para deficientes: Sim





Adolescente de 16 anos é vítima de ataque homofóbico na cidade de Taquara

Taquara, no Rio Grande do Sul, registra agressão homofóbico contra adolescente de 16 anos Um adolescente de 16 anos de idade foi agredido com chutes e socos por um grupo de sete jovens, por volta de 23h30 de sábado, na cidade de Taquara, interior do Rio Grande do Sul, informa a imprensa local.
A vítima contou que estava na rua Júlio de Castilhos, acompanhado por três amigos, quando foi abordado pelo grupo, que o ofendeu chamando de “gay” e “puto”. Em seguida, atiraram um copo de vinho e passaram a agredir o adolescente com socos e chutes. Chamada ao local, a Brigada Militar chegou a deter um menor de 15 anos de idade, reconhecido pela vítima como um dos autores da agressão. A Polícia Civil vai investigar o fato. A cidade possui cerca de 60 mil habitantes.

Atriz Carrie Fisher afirma que John Travolta é gay

Em entrevista ao tabloide "The Sun", a atriz Carrie Fisher - a princesa Leia em "Star Wars" - declarou que seu amigo John Travolta é gay.
Após a declaração, Carrie disse ainda à revista "Advocate" que o seu "sentimento sobre John sempre foi de 'nós sabemos', mas não se importava".
"Olha, eu sinto muito que ele se sinta desconfortável com ele mesmo, isso é tudo que posso dizer", afirmou.
Os boatos sobre a sexualidade de John Travolta já vêm de longa data. No entanto, após sua esposa Kelly Preston recentemente dar à luz ao filho Benjamin, as afirmações de que Travolta seria gay se tornaram mais constantes. A atriz Carrie Fisher tem, digamos assim, um histórico quando o assunto é homossexualidade: seu ex-marido, Bryan Lourd, acabou saindo do armário após o fim do relacionamento.


Já tinha levado cantada gay antes da novela, revela André Arteche


No ar como Julinho, cabeleireiro homossexual de "Ti-ti-ti", André Arteche está feliz com a repercussão de seu personagem. O ator disse que o público tem dito apenas coisas boas a respeito de Julinho.
- Quando recebi o convite fiquei apreensivo, não esperava viver um personagem homossexual na TV - contou Arteche.
- Mas acho que ele acabou virando uma referência para as pessoas que estão passando por alguma dificuldade. O Julinho enfrentou várias, mas nunca perdeu o bom humor e a elegância.
O ator revelou ainda que o personagem é muito querido pelas crianças e que, algumas vezes, pessoas idosas se aproximam para dizer que ele se parece com seus filhos.
- Uma vez uma senhora me mostrou a foto e não tinha nada a ver. Acho que, na verdade, elas queriam que a índole dos filhos fosse parecida com a de Julinho - observou.
Em relação ao assédio, Arteche disse que nada mudou com a novela:
- Já tinha recebido cantada gay antes, não aumentou por causa do personagem.

Lady Gaga não tem problema em ser diferente

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Vídeo mostra mensagem da cantora sobre "ser diferente"



União homossexual é reconhecida no INSS

A partir de agora, casais do mesmo sexo poderão obter concessão de benefícios junto ao INSS. De acordo com a Portaria publicada no Diário Oficial na última sexta (dia 10/12) o Ministério da Previdência tornou permanente o reconhecimento de benefícios a parceiros do mesmo sexo em união estável. Apesar da medida, ainda é necessário aguardar a mudança da regra pelo Ministério.

Desde 2000 os casais gays que comprovam uma vida em comum, têm direito ao pagamento de pensão por morte e auxílio-reclusão. A diferença é que antes ela era reconhecida por uma liminar, que poderia perder a validade, e agora a regra é permanente.

Para obter o benefício, os casais deverão apresentar no mínimo três documentos, como a declaração de Imposto de Renda, testamentos, declaração especial feita perante tabelião (declaração de concubinato) ou conta bancária conjunta. Tais critérios são os mesmos do Código Civil para o reconhecimento da união estável entre heterossexuais não casados.

Cyndi Lauper faz campanha para ajudar jovens homossexuais

A cantora Cyndi Lauper, que se apresenta no Brasil em fevereiro próximo, falou à revista "People" desta semana sobre sua fundação True Colors.
A entidade ajuda jovens homossexuais e quer engajar os heteros pelos direitos civis de gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros.
"Os jovens são nosso futuro", disse a cantora de 57 anos.
Entre as atividades da entidade está uma campanha para ajudar os adolescentes a não acabarem nas ruas. Segundo ela, entre 20% e 40% de jovens moradores de rua dos EUA são homossexuais. A fundação vai inaugurar uma residência para abrigar homossexuais entre 18 e 24 anos em Nova York.


Arnaldo Jabor faz discurso de impacto contra os homofóbicos em pleno Jornal da Globo

Na noite de quinta-feira (09), o Jornal da Globo apresentou sua habitual sessão com o comentário do cineasta Arnaldo Jabor. Autor de obras-primas do cinema nacional, como as adaptações de Nelson Rodrigues "Toda Nudez Será Castigada" (73) e "O Casamento" (75) e atualmente em cartaz com "A Suprema Felicidade" (2010), Jabor escolheu um tema que está na ponta da língua: a homofobia.

O cineasta disparou, com incrível irreverência, lucidez e senso de realidade, uma saraivada de críticas contra os homofóbicos - sejam eles skinheads, pit boys ou meros playboys. Com suas palavras certeiras, Jabor arrasou com a moral dessa gente.

E foi além: psicologizou e desvendou a razão dos ataques homofóbicos. "Vocês são bossais que atacam nos homossexuais a miséria sexual que vocês têm dentro", disse Jabor. "Solitários, desamados por homens e mulheres, vocês têm inveja da liberdade dos gays, da coragem que tiveram em assumir sua identidade sexual. Porque vocês não têm identidade alguma!", bradou Jabor.

Arnaldo Jabor é mais uma personalidade que tem a coragem e a dignidade de se manifestar contra a barbárie a que temos assistido nas recentes agressões contra gays em todo o Brasil. Além de um grande cineasta e artista relevante, mostra mais uma vez que é também um formador de opinião indispensável. Palmas, Jabor!

Assista ao vídeo completo a seguir.



ACapa

Presidente Lula cria o Conselho Nacional LGBT

Por meio de decreto, Lula se despede do cargo criando o Conselho Nacional LGBT

Já dando seu tchauzinho ao mais alto cargo do Executivo do Brasil, o presidente Lula criou por decreto publicado no Diário Oficial da União (DOU) nesta sexta-feira, 10, o Conselho Nacional de Combate à Discriminação – LGBT, que vai ter o “nome social” de Conselho Nacional LGBT. O Decreto n º 7.388, de 9 de dezembro de 2010, é assinado por Lula e pelo ministro dos Direitos Humanos, Paulo Vanucchi.

Segundo o documento, que você confere na íntegra abaixo, o objetivo do órgão é “formular e propor diretrizes de ação governamental, em âmbito nacional, voltadas para o combate à discriminação e para a promoção e defesa dos direitos de LGBT”. O Conselho será composto por 15 ministérios e 15 organizações da sociedade civil.

Diário Oficial da União, Seção I, páginas 2 e 3
Nº 236, sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

DECRETO No - 7.388, DE 9 DE DEZEMBRO DE 2010

Dispõe sobre a composição, estruturação, competências e funcionamento do Conselho Nacional de Combate à Discriminação - CNCD.

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso das atribuições que lhe confere o art. 84, incisos IV e VI, alínea "a", da Constituição, e tendo em vista o disposto nos arts. 24, § 2o, e 50 da Lei no 10.683, de 28 de maio de 2003,

CAPITULO I
DA FINALIDADE E DA COMPETÊNCIA

Art. 1o O Conselho Nacional de Combate à Discriminação - CNCD, órgão colegiado de natureza consultiva e deliberativa, no âmbito de suas competências, integrante da estrutura básica da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, tem por finalidade, respeitadas as demais instâncias decisórias e as normas de organização da administração federal, formular e propor diretrizes de ação governamental, em âmbito nacional, voltadas para o combate à discriminação e para a promoção e defesa dos direitos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais - LGBT.

Art. 2o Ao CNCD compete:

I - participar na elaboração de critérios e parâmetros de ação governamental que visem a assegurar as condições de igualdade à população LGBT;

II - propor a revisão de ações, prioridades, prazos e metas do Plano Nacional de Promoção da Cidadania e Direitos Humanos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais - PNLGBT;

III - propor estratégias de ação visando à avaliação e monitoramento das ações previstas no PNLGBT;

IV - acompanhar, analisar e apresentar sugestões em relação à execução de programas e ações governamentais para a população LGBT e a aplicação de recursos públicos para eles autorizados;

V - apresentar sugestões para elaboração do planejamento plurianual, estabelecimento de diretrizes orçamentárias e alocação de recursos no orçamento anual do Governo Federal, visando à implantação do PNLGBT;

VI - apresentar sugestões e aperfeiçoamentos sobre projetos de lei que tenham implicações sobre os direitos e cidadania da população LGBT;

VII - participar da organização das conferências nacionais para construção de políticas públicas para a população LGBT;

VIII - articular-se com órgãos e entidades públicos e privados, nacionais e internacionais, visando o intercâmbio sistemático sobre promoção dos direitos de LGBT;

IX - articular-se com outros conselhos de direitos ou setoriais, para estabelecimento de estratégias comuns de atuação;

X - fomentar a criação de conselhos, coordenações e planos estaduais voltados à promoção de políticas públicas para a população LGBT;

XI - propor realização de campanhas destinadas à promoção de direitos da população LGBT e ao combate à discriminação e preconceito;

XII - propor realização de estudos, debates e pesquisas sobre a temática de direitos e inclusão da população LGBT; e

XIII - analisar e encaminhar aos órgãos competentes as denúncias recebidas.

CAPÍTULO II
DA COMPOSIÇÃO

Art. 3o O Conselho é constituído de trinta integrantes titulares, designados pelo Ministro de Estado Chefe da Secretaria de

Direitos Humanos da Presidência da República, para mandato de dois anos, permitida recondução, observada a seguinte composição:

I - quinze representantes do Poder Público Federal indicados pelos dirigentes máximos de cada um dos seguintes órgãos:

a) Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República;

b) Casa Civil;

c) Secretaria-Geral da Presidência da República;

d) Secretaria de Políticas para Mulheres da Presidência da República;

e) Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República;

f) Ministério da Saúde;

g) Ministério da Justiça;

h) Ministério da Educação;

i) Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome;

j) Ministério do Trabalho e Emprego;

k) Ministério da Cultura;

l) Ministério da Previdência Social;

m) Ministério do Turismo;

n) Ministério das Relações Exteriores; e

o) Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão; e

II - quinze representantes da sociedade civil, indicados por entidades sem fins lucrativos, selecionadas por meio de processo seletivo público, entre aquelas:

a) voltadas à promoção e defesa de direitos da população LGBT;

b) da comunidade científica, que desenvolvam estudos ou pesquisas sobre a população LGBT;

c) nacionais, de natureza sindical ou não, que congreguem trabalhadores ou empregadores, com atuação na promoção, defesa ou garantia de direitos da população LGBT; e

d) de classe, de caráter nacional, com atuação na promoção, defesa ou garantia de direitos da população LGBT.

§ 1o Poderão ainda participar das reuniões do Conselho, sem direito a voto, um representante de cada um dos seguintes órgãos:

I - Ministério Público Federal;

II - Ministério Público do Trabalho;

III - Magistratura Federal; e

IV - Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados.

§ 2o A Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República exercerá a função de Secretaria Executiva do CNCD.

§ 3o A participação no Conselho será considerada prestação de serviço público relevante, não remunerada.

§ 4o Cada membro titular referido nos incisos I e II do caput terá um suplente, que o substituirá em suas ausências e impedimentos eventuais.

CAPÍTULO III
DO PROCESSO SELETIVO

Art. 4o O regulamento do processo seletivo das entidades da sociedade civil, nos termos do inciso II do art. 3o, será elaborado pelo CNCD e divulgado por meio de edital público em até noventa dias antes do término do mandato vigente à época, observadas as disposições do regimento interno.

Parágrafo único. O disposto no caput não se aplica à primeira composição do CNCD, cujos representantes da sociedade civil serão indicados por entidades selecionadas pelo Ministro de Estado Chefe da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República.

CAPÍTULO IV
DA PRESIDÊNCIA

Art. 5o A presidência e vice-presidência do CNCD, eleita anualmente, será alternada entre as representações do Poder Público e da sociedade civil.

Parágrafo único. No primeiro mandato, a presidência será exercida pelo representante do Poder Público e a vice-presidência, pelo representante da sociedade civil.

Art. 6o São atribuições do Presidente do CNCD:

I - convocar e presidir as reuniões do colegiado;

II - solicitar a elaboração de estudos, informações, documentos técnicos e posicionamento sobre temas afetos ao Conselho; e

III - firmar as atas das reuniões e emitir as respectivas resoluções.

CAPÍTULO V
DO FUNCIONAMENTO

Art. 7o O CNCD formalizará suas deliberações por meio de resoluções, cuja publicidade deverá ser garantida pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República.

Art. 8o As reuniões do CNCD somente serão realizadas com quórum mínimo de dezesseis membros votantes.

§ 1o As decisões do CNCD serão tomadas por maioria de votos dos presentes, ressalvado o disposto no art. 12.

§ 2o O regimento interno poderá exigir quórum diferenciado para a deliberação de determinadas matérias, desde que observado o quórum mínimo previsto no § 1o.

§ 3o Em caso de empate, o Presidente do CNCD terá o voto de qualidade.

Art. 9o O CNCD poderá decidir pela instituição de câmaras técnicas e grupos de trabalho destinados ao estudo e elaboração de propostas sobre temas específicos, por meio de ato prevendo seus objetivos, composição e prazo para conclusão dos trabalhos.

Parágrafo único. Poderão ser convidados para participar das câmaras técnicas e grupos de trabalho representantes de órgãos e entidades públicos e privados.

Art. 10. A Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República prestará o apoio técnico e administrativo necessário à execução dos trabalhos do CNCD e das câmaras técnicas e grupos de trabalho eventualmente instituídos.

Art. 11. Para o cumprimento de suas funções, o CNCD contará com recursos orçamentários e financeiros consignados no orçamento da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República.

Art. 12. O CNCD aprovará seu regimento interno, com voto de, no mínimo, dois terços da totalidade dos Conselheiros votantes, em reunião especialmente convocada para este fim, dispondo sobre as demais disposições necessárias ao seu funcionamento.

Parágrafo único. A Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República expedirá, por meio de portaria, regimento interno provisório que vigorará até a aprovação de regimento interno pelo CNCD, na forma prevista no caput.

Art. 13. Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

Art. 14. Fica revogado o Decreto no 5.397, de 22 de março de 2005.

Brasília, 9 de dezembro de 2010; 189o da Independência e 122o da República.

LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA

Paulo de Tarso Vannuchi


Violência contra homossexuais - Drauzio Varella

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

A HOMOSSEXUALIDADE é uma ilha cercada de ignorância por todos os lados. Nesse sentido, não existe aspecto do comportamento humano que se lhe compare.
Não há descrição de civilização alguma, de qualquer época, que não faça referência a mulheres e a homens homossexuais. Apesar de tal constatação, esse comportamento ainda é chamado de antinatural.
Os que assim o julgam partem do princípio de que a natureza (leia-se Deus) criou os órgãos sexuais para a procriação; portanto, qualquer relacionamento que não envolva pênis e vagina vai contra ela (ou Ele).
Se partirmos de princípio tão frágil, como justificar a prática de sexo anal entre heterossexuais? E o sexo oral? E o beijo na boca? Deus não teria criado a boca para comer e a língua para articular palavras?
Se a homossexualidade fosse apenas uma perversão humana, não seria encontrada em outros animais. Desde o início do século 20, no entanto, ela tem sido descrita em grande variedade de invertebrados e em vertebrados, como répteis, pássaros e mamíferos.
Em alguma fase da vida de virtualmente todas as espécies de pássaros, ocorrem interações homossexuais que, pelo menos entre os machos, ocasionalmente terminam em orgasmo e ejaculação.
Comportamento homossexual foi documentado em fêmeas e machos de ao menos 71 espécies de mamíferos, incluindo ratos, camundongos, hamsters, cobaias, coelhos, porcos-espinhos, cães, gatos, cabritos, gado, porcos, antílopes, carneiros, macacos e até leões, os reis da selva.
A homossexualidade entre primatas não humanos está fartamente documentada na literatura científica. Já em 1914, Hamilton publicou no "Journal of Animal Behaviour" um estudo sobre as tendências sexuais em macacos e babuínos, no qual descreveu intercursos com contato vaginal entre as fêmeas e penetração anal entre os machos dessas espécies. Em 1917, Kempf relatou observações semelhantes.
Masturbação mútua e penetração anal estão no repertório sexual de todos os primatas já estudados, inclusive bonobos e chimpanzés, nossos parentes mais próximos.
Considerar contra a natureza as práticas homossexuais da espécie humana é ignorar todo o conhecimento adquirido pelos etologistas em mais de um século de pesquisas.
Os que se sentem pessoalmente ofendidos pela existência de homossexuais talvez imaginem que eles escolheram pertencer a essa minoria por mero capricho. Quer dizer, num belo dia, pensaram: eu poderia ser heterossexual, mas, como sou sem-vergonha, prefiro me relacionar com pessoas do mesmo sexo.
Não sejamos ridículos; quem escolheria a homossexualidade se pudesse ser como a maioria dominante? Se a vida já é dura para os heterossexuais, imagine para os outros.
A sexualidade não admite opções, simplesmente se impõe. Podemos controlar nosso comportamento; o desejo, jamais. O desejo brota da alma humana, indomável como a água que despenca da cachoeira.
Mais antiga do que a roda, a homossexualidade é tão legítima e inevitável quanto a heterossexualidade. Reprimi-la é ato de violência que deve ser punido de forma exemplar, como alguns países o fazem com o racismo.
Os que se sentem ultrajados pela presença de homossexuais que procurem no âmago das próprias inclinações sexuais as razões para justificar o ultraje. Ao contrário dos conturbados e inseguros, mulheres e homens em paz com a sexualidade pessoal aceitam a alheia com respeito e naturalidade.
Negar a pessoas do mesmo sexo permissão para viverem em uniões estáveis com os mesmos direitos das uniões heterossexuais é uma imposição abusiva que vai contra os princípios mais elementares de justiça social.
Os pastores de almas que se opõem ao casamento entre homossexuais têm o direito de recomendar a seus rebanhos que não o façam, mas não podem ser nazistas a ponto de pretender impor sua vontade aos mais esclarecidos.
Afinal, caro leitor, a menos que suas noites sejam atormentadas por fantasias sexuais inconfessáveis, que diferença faz se a colega de escritório é apaixonada por uma mulher? Se o vizinho dorme com outro homem? Se, ao morrer, o apartamento dele será herdado por um sobrinho ou pelo companheiro com quem viveu por 30 anos?

Reynaldo Gianecchini diz que não namorou seu ex-empresário


Em entrevista à Marília Gabriela, no Marília Gabriela Entrevista, do canal a cabo GNT, o ator Reynaldo Gianecchini comentou sobre o golpe que levou de Daniel Ferreira de Mattos, seu ex-empresário. "É uma história que eu quero explicar muito. Ele era meu administrador, não agente. Uma pessoa que eu imaginei que pudesse contar para sempre. Mas não posso ficar falando, pois está em juízo", disse. As informações são da coluna Retratos da Vida, do jornal Extra.
Gabi, aproveitando a intimidade adquirida durante oito anos de casamento, quis mais detalhes. "Falaram, inclusive, da sua sexualidade", comentou a jornalista, que não teve uma resposta esquivada do ex-marido. "As pessoas falam isso porque têm e-mails dele, me ameaçando. Ele não era meu agente, muito menos meu namorado. Minha família sempre esteve junto comigo. Ficam abalados, eles têm muito medo, mais do que eu", comentou Gianecchini, que transferiu em setembro de 2008 uma cobertura na Barra da Tijuca, avaliada em mais de R$ 1 milhão, para o nome de Daniel. Segundo o processo que corre na Justiça, a tal manobra seria apenas para que o imóvel fosse vendido sem a exposição do nome do ator, que agora quer desfazer a doação. A entrevista vai ao ar no dia 19.


Cientistas geram rato a partir de dois machos

Técnica será usada para preservar espécies em extinção e ajudar casais gays a ter filhos

Pesquisadores americanos usaram células-tronco para gerar um rato a partir de dois machos, em uma operação que poderá preservar espécies ameaçadas de extinção, além de ajudar casais homossexuais a ter seus próprios filhos.
Segundo o estudo publicado nesta quarta-feira (9) na revista Biologia da Reprodução, cientistas especializados em reprodução manipularam células-tronco provenientes de um feto macho (XY) de rato para produzir células-tronco pluripotentes induzidas (CPi).
Algumas delas, que foram obtidas dessa forma, perderam naturalmente seu cromossomo Y para se tornar uma célula-tronco do tipo XO. Estes ratos cresceram e puderam cruzar com ratos machos normais, gerando um animal com material genético dos dois.
O estudo foi conduzido por Richard Behringer, do Centro Anderson de Câncer, nos Estados Unidos.
Os pesquisadores disseram que, com uma variação dessa técnica, "também será possível gerar esperma a partir de uma doadora e produzir machos viáveis e fêmeas por meio de duas mães", apesar do caminho para se aplicar essa técnica em humanos ainda ser longo.

Deputado diz ter "asco" por defensores de homossexuais

Conhecido por seus arroubos moralistas, o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) voltou à tribuna da Câmara nesta quarta-feira (8) para criticar fortemente as atividades das Comissões de Educação e de Direitos Humanos e Minorias da Casa.

Na última semana, os colegiados promoveram, em sessão conjunta, uma série de audiências públicas e seminários sobre questão da homofobia. Na ocasião, vídeos defendendo a liberdade sexual, com imagens de relação homoafetiva, foram veiculados para os convidados da CDHM – a mera menção ao colegiado, diz o próprio Bolsonaro, causa-lhe “asco”.

Bolsonaro disse que teve acesso aos vídeos e vai divulgá-los na internet. O material, que seria distribuído para escolas públicas, foi produzido pelo Instituo Ecos – Comunicação em Sexualidade, que recebe recursos do Ministério da Educação para produzir atividades dirigidas ao público jovem. A atividade principal da organização não governamental é direcionada, segundo sua página na Internet, à “defesa dos direitos humanos, com ênfase nos direitos sexuais e direitos reprodutivos, em especial de adolescentes e jovens, com a perspectiva de erradicar as discriminações relativas a gênero, orientação sexual, idade, raça/etnia, existência de deficiências, classe social”.

Dizendo-se pressionado a deixar a CDMH, Bolsonaro sugeriu que os integrantes convoquem o ministro da Educação, Fernando Haddad, e assistam ao filmete. Com apelos à bancada religiosa da Câmara para que tome providências, ele disse que assistiu, “com muita tristeza”, a jornalistas de telejornais da TV Globo defendendo que o tema seja discutido em escolas.

“A TV Globo não está sabendo o que está acontecendo aqui, essa onda de querer combater a homofobia estimulando o homossexualismo, a pederastia, a baixaria”, discursou o deputado, para quem os colegiados estão “patrocinando a imoralidade”.

No último dia 30, Bolsonaro esteve na tribuna para falar sobre “o maior escândalo” que diz ter presenciado em 20 anos de atividade parlamentar. “Mas não tem nada a ver com corrupção.” O deputado queria “denunciar” deliberações tomadas por representantes de entidades que lutam contra a homofobia, grupo composto “de, 100%, gays, lésbicas, bissexuais, travestis, transexuais, transgêneros”, liderados pelo secretário de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade do Ministério da Educação, André Lázaro.

Essa turma toda reunida tomaram [sic] decisões que esta Casa não está sabendo. Até digo mais: a maioria dos integrantes dessas comissões também não está sabendo. Atenção pais de alunos de 7, 8, 9 e 10 anos da rede pública. Os seus filhos vão receber, no ano que vem, um kit na escola. Esse kit tem o título ‘combate à homofobia’, mas na verdade é um estímulo à homossexualismo, um incentivo à promiscuidade, protestou o parlamentar fluminense, alertando para o fato de que o kit é composto, entre outros materiais, de um DVD com um filmete com cenas de “homossexualismo” tratadas como naturalidade.

“Primeira estorinha: um garoto de mais ou menos 14 anos, de nome Ricardo, vai no banheiro fazer pipi, olha pro lado, o coleguinha está fazendo também e ele se apaixona por esse colega. Vocês da galeria estão ouvindo aí? Isso está nos jornais da Câmara da semana passada. Pode ser um filho de vocês um dia”, advertiu Bolsonaro. “Daí, ele resolve assumir a sua homossexualidade. A isso os garotos de 7, 8, 9 e 10 anos vão assistir no ano que vem.”

“Daí pra frente, mais cenas do filme: quando uma professora o chama de Ricardo, na sala de aula, ele se revolta, morde os beiços, com seus trejeitos, e balbucia: ‘Bianca. Meu nome é Bianca’. E esse filme, no final, dá a seguinte lição de moral: esse comportamento do Ricardo, ou da Bianca, passa a ser um comportamento exemplar para os demais alunos”, relata o deputado, que passa a falar sobre a segunda cena do clipe, que exibe “o beijo lésbico de duas meninas”.

O deputado denuncia ainda que “a grande” discussão da CDHM trata da “profundidade que a língua de uma menina” deve atingir na boca de outra. “Dá pra continuar discutindo esse assunto? Dá nojo! Esses gays e lésbicas querem que nós, a maioria, encubemos como exemplo de comportamento como a sua promiscuidade”, brada o congressista, pedindo providências ao presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP).




Veja lista com 10 gatos que arrasaram em 2010

Evandro Soldati, Ricky Martin e François Sagat estão entre bonitões que se destacaram durante o ano 2010 já está quase acabando e a gente aproveita para relembrar 10 gatos que marcaram o ano. O Mix fez uma lista com atores, modelos e cantores que de alguma forma se destacaram nos últimos meses.
Tem François Sagat, André Arteche, Ricky Martin e outros sete lindos.




Evandro Soldati - Se o brasileiro já era
requisitado, imagine depois de aparecer
no clipe de Alejandro, de Lady Gaga



Marlon Teixeira - O catarinense de apenas
19 anos firmou seu lugar no disputado
ranking do site Models.com


Ricky Martin - Em 2010 o cantor deixou o medo
de lado e saiu do armário.
Ele vai lançar novo CD em 2011

Quer ver mais fotos? Clique aqui

MG: Joaíma realiza no domingo sua 1ª Parada da Diversidade




Cidade mineira de Joaíma realiza no domingo sua 1ª Parada da Diversidade

A cidade mineira de Joaíma, com cerca de 16 mil habitantes, segundo o IBGE, vai realizar no próximo domingo, 12, sua 1ª Parada da Diversidade. O tema é “Joaíma sem preconceito” e concentração para a caminhada começa às 17h, no Ipê.
A festa promete ir até tarde e às 21h rola show com a banda Só de Onda. No sábado, 11, tem a abertura oficial do evento na Super Boate. Mais informações pelos telefones (33) 8826-5468, 8822-2763 e 8849-2781.




Christina Aguilera "ganha" dançarino seminu de aniversário em programa

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

A cantora Christina Aguilera ganhou um presente de aniversário antecipado e inesperado da apresentadora Ellen DeGeneres. Aguilera, que completará 30 anos no dia 18 de dezembro, foi presenteada com um dançarino seminu dentro de um bolo de aniversário.
Nas últimas semanas, surgiram boatos de que ela estaria saindo com um de seus assistentes de palco, Matthew Rutler.
Apesar de estar passando por um divórcio do marido Jordan Bratman, com quem foi casada por cinco anos, a cantora diz que seu foco agora é o filho Max, 2. "Eu adoro Max, ele é o amor da minha vida. Ele está tão feliz e isso, no final do dia, é o que mais importa", disse Aguilera.
Aguilera esteve no programa para promover seu filme "Burlesque", que também tem a cantora Cher no elenco.

Calendário 2011 reúne jogadores franceses de rúgbi em poses eróticas



"The Gods of Stadium" - Os Deuses do Estádio. Com esse título pomposo, as seleções francesas de rúgbi voltam a atacar exibindo seus belos jogadores em poses provocantes no calendário para 2011.

O calendário do time teve uma versão bem sucedida em 2010, e como em time que ganha não se mexe, a edição 2011 contou novamente com o fotógrafo François Rousseau clicando os bonitões.

Apesar do ano ter somente 12 meses, o calendário traz 42 fotos, com jogadores como Dimitri Szarzewski - que está na capa -, Gonzalo Tiesi, Mathieu Bastareaud, Pascal Papé e Tom Palmer.

Confira algumas imagens na galeria a seguir. Para adquirir o calendário, pode-se acessar o site Boutique Stade.





ACapa

Björk compõe música em homenagem ao estilista Alexander McQueen


A cantora islandesa Björk escreveu uma nova música em homenagem ao estilista inglês Lee Alexander McQueen, amigo da artista e falecido no início do ano.

A música é chamada “To Lee, With Love” e é a trilha oficial para um pequeno filme criado pelo diretor e fotógrafo Nick Knight. O vídeo mostra diversas modelos com peças criadas por McQueen em imagens cheias de efeitos especiais.

No site oficial de Björk, http://www.bjork.com/, tem um link que direciona para o filme em homenagem a McQueen. O estilista cometeu suícidio em fevereiro deste ano.

Revista inglesa "Gay Times" lança edição especial com famosos nus

A revista britânica "Gay Times" já desovou sua edição especial, de janeiro de 2011, com o tema da nudez. Não é a primeira vez que a publicação faz isso - as "naked issues" já são tradição na história da revista.

Desta vez, a publicação anuncia esta como sua "maior edição de nudez". Dentro, mais de 20 personalidades da cena pop-cultural da Inglaterra surgem nuas em fotos belas e de bom gosto.

Não tem nu frontal, mas bundas e pentelhos aparecem fartamente.

Entre os fotografados, está o brasileiro Rodrigo Lopes, que chamou a atenção em 2009 ao participar do "Big Brother" inglês, onde beijou seu namorado em frente às câmeras.

Outros destaques: o cantor Lloyd Daniels, o ator Simon Adkins, a boyband FYD, e a drag queen Jodie Harsh.

Oprah Winfrey nega que seja lésbica e chora ao falar de amiga

Oprah Winfrey se emocionou ao falar sobre seu relacionamento com a amiga Gayle King durante entrevista concedida à apresentadora americana Barbara Walters, na rede de televisão americana ABC. "Ela é a mãe que eu nunca tive, ela é a irmã que todo mundo quer ter. Ela é a amiga que todo mundo merece. Eu não conheço pessoa melhor", disse Oprah à entrevistadora, negando que fosse lésbica.

"Não sou lésbica... Nem pareço ser lésbica", disse. "O que me irrita sobre este assunto é que ele significa que alguém pode achar que estou mentindo, em primeiro lugar. Em segundo lugar, por que eu esconderia isso? Não é o jeito que lido com a minha vida", completou.

A rainha do talk-show também revelou o nome do amor de sua vida: Stedman Graham, que tem sido seu parceiro desde 1986, mas raramente são vistos juntos.

A entrevista será exibida nesta quinta-feira (9), nos EUA.

Recontagem de votos pode tirar Jean Wyllys da Câmara. Ele nega

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Recontagem de votos do PTdoB pode tirar vaga de Jean Wyllys (PSol)

Primeiro deputado federal assumidamente homossexual eleito no Brasil, Jean Wyllys (PSOL) pode perder a vaga que conquistou na Câmara dos Deputados. Embora o professor e ex-bbb não confirme a notícia, os rumores de que seu partido perderá uma cadeira teve início na terça-feira, 7, quando o ministro Marco Aurélio Mello determinou que o Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) refizesse os cálculos de votos destinados ao PTdoB na eleição para a Câmara dos Deputados.

A nova porcentagem tiraria a vaga de Jean, que concorreu pelo PSOL, e daria a cadeira ao deputado Cristiano José Rodrigues de Souza (PTdoB).

Pelo novo cálculo, os votos dos 18 concorrentes do PTdoB que tiveram seus registros de candidatura indeferidos pela Justiça Eleitoral passariam a ser válidos, num total de 18.579. O número incorporado aos demais votos obtidos pela legenda daria o direito de eleger mais um candidato do PTdoB, que seria Cristiano de Souza.

O ministro Marco Aurélio declarou que os votos não pertencem ao candidato, mas sim ao partido. Segundo ele, a nulidade dos votos prejudica “a eleição do candidato, mas não afasta a atribuição dos votos à legenda”. Embora a notícia tenha sido antecipada pela imprensa, o plenário do TSE terá ainda que decidir se os votos devem ou não ser computados para a legenda.

O Mix entrou em contato com a assessoria de Jean, que declarou que tal decisão não é direcionada ao professor, mas de âmbito nacional. “Foi um erro, mas não vamos nos pronunciar agora até que isso seja oficial”, declarou a assessora. A reportagem também tentou entrar em contato com representantes do PSOL, mas ninguém atendeu ou retornou as ligações.

No Twitter, Jean declarou que “há manobras políticas em curso, mas isso não quer dizer que elas alcançarão o seu objetivo.” “Há gente na política que quer me ver pelas costas e que quer mandato para uso próprio, mas isso não quer dizer que serão vitoriosas.” Ele também diz a representação dele e do seu partido será garantida.

Vale lembrar que Cristiano recebeu 29.176 votos e Jean, 13.018.